Não caia nesses 5 golpes de oportunidade de emprego

Se encontrar uma vaga dos sonhos já é algo que demanda tempo e energia, é melhor ter certeza do que você está fazendo antes de cair em uma cilada. Às vezes é possível encontrar ofertas de empregos que parecem bons demais pra ser verdade, mas esses são raros. A maioria das ofertas que parecem incríveis, na verdade, são golpes.

Não perca seu tempo! Desconfie de qualquer oportunidade que apresente uma (ou mais) das características listadas abaixo:

1. Você recebe um e-mail de um recrutador pedindo documentos

Você abre seu e-mail e já fica animado ao ver uma oferta de emprego que chegou até você sem muito (ou nenhum) esforço. Você não se recorda de ter se inscrito em uma vaga como essa, mas a suposta empresa é conhecida. Será que é golpe?

Se a vaga pede informações pessoais já no primeiro contato, desconfie. Se pedir cópias de documentos para verificar sua identidade, pode mandar o e-mail para a lixeira na hora. Nenhum contato sério vai lhe pedir dados seus por e-mail sem conhecer você pessoalmente ou em uma reunião por Skype.

Muitas vezes basta uma rápida olhada no endereço de e-mail para descobrir a farsa. Um exemplo: se uma recrutadora chamada Aline entrar em contato com você afirmando trabalhar para a Nestlé, o endereço de e-mail dela não pode ser nenhuma das opções: alinenestlé@gmail.com, nestlé[email protected], [email protected] e similares.

2. Vagas falsas nas redes sociais

Essa é a maneira mais moderna de golpe. Tenha muito cuidado com recrutadores que entram em contato através de redes sociais. Existam páginas falsas no Facebook, assim como perfis falsos no LinkedIn e no Twitter.

Esses golpes geralmente pedem que o interessado na vaga acesse links para formulários falsos. Nesses casos, antes mesmo de clicar em qualquer endereço enviado pelo suposto contratante, confira se a conta é legítima.

Novamente, é possível que isso aconteça de forma legítima, mas um recrutador de verdade fará apenas um contato inicial pela rede social e geralmente não vai pedir dados pessoais por mensagens.

3. Vagas falsas de empresas conhecidas

Esse tipo de golpe é mais comum em sites de recrutamento onde qualquer empresa ou pessoa pode publicar vagas gratuitamente. Basta que alguém de má fé publique uma vaga falsa dizendo que a empresa contratante é Google, Apple, Netflix ou qualquer outra.

Basta ler as informações com cuidado e verificar os links na oferta. O endereço do Google, por exemplo, é www.google.com. Qualquer alternativa para esta empresa não deve ser considerada legítima.

4. Golpes em sites pagos

Os sites ou empresas de recrutamento onde as ofertas de vagas são pagas também estão sujeitos à golpes. Não confie automaticamente em qualquer oportunidade publicada, mesmo que a página ou a empresa de recrutamento sejam confiáveis.

Golpes também podem ter boas estratégias por trás, o que pode incluir pagar para conseguir contatos e depois tirar proveito dessas pessoas. Há também a chance de que os golpistas tenham usado cartões roubados ou sem fundos para publicar a vaga.

Por mais que empresas sérias de recrutamento tenham filtros para evitar esse tipo de esquema, às vezes é impossível ficar de olho em todas as oportunidades que são publicadas. Confira as informações da vaga e do empregador antes de se candidatar.

5. Vagas totalmente falsas

O site de vagas é bonito, bem feito e profissional. O recrutador divulgando essa oportunidade também tem um perfil que parece ser legítimo. Mas a vaga não existe!

Os golpes podem ter muitas faces, e às vezes todas elas enganam muito bem. Sites de recrutamento sempre pedem algumas informações de cadastro, mas jamais vão exigir seus dados bancários.

Páginas e recrutadores falsos muitas vezes usam o design de algum site que você já conhece para convencer você de que são legítimos. Não confie em logotipos ou em nomes. Sempre confira o endereço e se as informações estão corretas. 

Outros tipos de golpes de oportunidade de emprego

Fique atento a esses outros sinais que indicam golpes em vagas de emprego:

  • Não precisa ter experiência.”
    Algumas oportunidade, principalmente em trabalhos braçais e em cargos iniciantes não exigem experiência mesmo. No entanto, não acredite em vagas que prometem bom salário e ainda não necessitam experiência ou conhecimento algum.
  • “Responda imediatamente.”
    Exigir urgência sem nenhuma explicação não é comum e nem de bom tom. A oferta pode parecer muito boa, mas o pedido de responder imediatamente pode fazer com que você nem pense antes de responder… e acabe passando informações pessoais que podem lhe prejudicar.
  • Trabalho fácil de realizar.”
    Esse pedido pode estar associado aos dois anteriores. Desconfie de qualquer oportunidade que ofereça trabalho fácil. Se fosse simples assim, o recrutador não precisaria correr atrás de alguém para a vaga.
  • “Não realizamos entrevistas.”
    Que tipo de empresa não faz entrevista antes de contratar alguém? As falsas!
  • “Invista no treinamento e terá contratação garantida.”
    Se uma empresa séria quer mesmo contratar você, é ela quem deve arcar com os custos de qualquer treinamento ou ferramentas que você vai precisar para desempenhar o trabalho.

Sua melhor defesa

Ninguém quer perder tempo com vagas falsas ou, pior ainda, ficar vulnerável a golpes na internet. Então antes de enviar seu currículo, preencher formulário ou mesmo responder um e-mail, certifique-se de que o contato e a vaga são verdadeiros.

Faça uma pesquisa na internet antes de mais nada. Confira os endereços de sites e emails. Se você conhece alguém que trabalha na empresa, pergunte sobre a vaga ou sobre como a empresa costuma fazer contato com candidatos. Outra boa opção é procurar a empresa no Linkedin e enviar mensagem para alguém que trabalha lá informando que você recebeu uma oferta de entrevista.

Sua segurança pode depender disso.

Os comentários foram encerrados, mas trackbacks e pingbacks estão abertos.